Transplante (implante) renal

 

O rim é implantado na fossa ilíaca onde se anastomosam os vasos do aloenxerto (rim recebido de outra pessoa) aos vasos ilíacos e o ureter é re-implantado na bexiga, com uma técnica anti-refluxo de urina. O rim da própria pessoa pode ser transferido da região lombar para a fossa ilíaca (autoenxerto, autotransplante) como, por exemplo, em casos de trauma abdominal, com laceração dos vasos renais. O re-implante na loja renal é extremamente difícil do ponto de vista vascular, pois os vasos são curtos e o espaço muito restrito.

  1. Incisão no quadrante inferior direito;

  2. Peritônio refletido com conteúdo;

  3. Rim do doador;

  4. Artéria ilíaca comum;

  5. Artéria ilíaca externa;

  6. Artéria ilíaca interna (hipogástrica)

  7. Artéria renal do doador;

  8. Veia renal do doador;

  9. Ureter do doador;

  10. Músculo principal;

  11. Bexiga.