Assunto: Hormônios

O percentual de testosterona livre influencia a capacidade de ereção e libido?

Hormônio tem a ver com libido, não com ereção. Dar esteróides para ereção no início pode até funcionar, mas logo leva à insuficiência dos testículos, sem falar do risco de neoplasia. Seu organismo não soma hormônios, não há sinergismo, não tolera excessos, se existem duas fontes, ele bloqueia a que ele controla ou seja, a produção testicular.

Dificuldade de ereção, descartado problema orgânico, é na sua grande maioria, de origem psicológica.

 

Tenho poucos pêlos no corpo, à exceção da barba, região genital e axilas, em relação a meus amigos e outros homens que vejo no clube. Não tenho queixas quanto ao sexo, mas queria saber se isto pode significar algum problema hormonal.

Não. Existem homens com pouca pilificação corporal, isto é, só existe barba, pêlos genitais e axilares. Em outros, além destas, pode haver pilificação no tórax, dorso, membros etc., sem significar "excesso" de hormônio masculino. É geralmente uma característica da raça (etnia) da qual descendem.

 
Dizem que o uso de esteróides e anabolizantes deixa o homem impotente e estéril, e que o pênis pode diminuir. Isto é verdade ?

Em parte sim. Um dos efeitos colaterais dos esteróides anabolizantes é a disfunção erétil (novo nome de impotência), pelo "feedback" negativo que estas drogas exógenas (hormônio exógeno) provocam no organismo masculino. Isto é, como ele recebe uma dose muito grande de hormônio masculino (testosterona), o organismo ao perceber isto pára de produzir o hormônio endógeno, inclusive com atrofia (diminuição) dos testículos. Da mesma forma, o hormônio exógeno inibe a produção de espermatozóides, podendo levar à infertilidade (poucos espermatozóides) ou esterilidade (ausência de espermatozóides), dependendo do tempo de uso destas drogas. Também dependendo do tempo de drogadição aos anabolizantes, estes efeitos podem ser transitórios (regridem com a parada da droga) ou definitivos. Quanto à "diminuição" do pênis, isto não acontece, uma vez que ele já esteja formado. (ver - Hormônios)

 

Se eu usar anabolizantes apenas temporariamente, vou ficar sempre com minha musculatura desenvolvida ?

Não. Os efeitos anabolizantes são transitórios, por isto há o risco de drogadição (vício). Uma vez que você para com as injeções e comprimidos, mesmo continuando com os exercícios, o estímulo para produzir massa muscular vai voltar ao normal e com isto seu físico também, isto é, vai voltar ao que seria normal sem os anabolizantes. Existem alguns efeitos colaterais muito sérios, por isto consulte um endocrinologista (especialista em hormônios) ou médico do esporte antes de usar os anabolizantes. Lembro aqui que alguns efeitos colaterais são irreversíveis, mesmo com a parada da droga anabolizante. (ver - Hormônios).

 

A creatina é um anabolizante (ou esteróide) ?
 

Não. A creatina é uma proteína precursora ("matéria prima") das fibras musculares estriadas, que é a musculatura que se hipertrofia com o halterofilismo (pesos). Assim, o uso da creatina e o exercício sadio, podem ajudar a desenvolver seu físico, sem os efeitos maléficos dos esteróides anabolizantes. Mesmo assim, não use sem o aconselhamento de um médico ou nutricionista.

 

 

Tenho 40 anos e faz 1 ano que realizei cirurgia redução de estomago. Emagreci 65 kg e estou abaixo do peso ideal, será que necessito de reposição hormonal?

A perda de peso não implica em déficit de testosterona, ao contrário, otimiza o uso adequado do hormônio pelo organismo, pela presença de menos gordura para armazenagem. Entretanto, peça ao seu médico uma dosagem hormonal.